jump to navigation

Alunos de EAD melhoram notas maio 7, 2009

Posted by Arthur Nobrega in 1.
add a comment

Segundo a UNESCO, apenas 5% da população mundial tem acesso à internet, o que totaliza 330 milhões de internautas. Porém quando verificamos quantas pessoas estão estudando pela internet, este número é realmente surpreendente! Neste ano mais de 70 milhões de pessoas estão participando de cursos à distância, aproximadamente 22% de todos que acessam a internet!

O vídeo abaixo mostra alguns desses pontos:

Além disso vemos pelo vídeo que 70% dos alunos de EAD estão tirando melhores notas do que antes. Imagino que isso se deve ao aprendizado ativo que é necessário no ensino à distância. O aluno precisa sempre buscar por mais conhecimento, e existe um lugar melhor para isso do que a internet?

Anúncios

Mundo de Mudanças abril 11, 2009

Posted by Arthur Nobrega in Histórico.
add a comment

Educação à DistânciaA Educação a Distância (EAD) cresceu e continua crescendo no atual mundo globalizado. Este tipo de aprendizado, onde o próprio aluno faz seu horário, não é mais um “futuro” como a alguns anos atrás, pois está participando cada vez mais do presente de muitas pessoas em todo o mundo. Temos que entender que a versatilidade da sociedade atual pede por este tipo de educação.

“Muitos acordarão um dia com a transformação já feita
sem que tenham atentado para o processo construtivo.
Olharão tudo com ar de espanto.”

(Lauro de Oliveira Lima, 1971, p.62)

Os principais motivos para a expansão da EAD no Brasil e no mundo são basicamente três:

  • O aumenta na demanda por formação ou qualificação
  • A viabilização tecnoloógica para este tipo de educação
  • A emergência de uma cultura de compartilhamento de informação mundial viabilizada pela internet

O aumento da competitividade no mercado está fazendo as empresas buscarem cada vez mais pessoas com um nível mínimo de qualificação para o trabalho que será realizado, entrando em contraste com o antigo termo “mão-de-obra”, muito difundido após a Revolução Industrial. No entanto, apesar da alta competitividade, o mundo atual está pedindo por bons profissionais. E é neste ponto que entra a EAD, proporcionando a qualificação necessária, mesmo para os indivíduos que não têm tempo no dia-a-dia dinâmico da sociedade atual.

A internet é o meio viabilizou o rápido crescimento da EAD nos últimos anos, pois teve a capacidade de concentrar todas as mídias dentro de si. Por volta de 1996 surgiram os primeiros cursos “online”, gerando uma revolução nos métodos de ensino que anteriormente eram feitos por carta, rádio e televisão.  As mudanças iniciadas nas últimas décadas no que se diz respeito à tecnologia, tanto aos componentes físicos (hardware) quanto aos programas (software) impulsionaram fortemente a EAD em todo o mundo. Isso se deve a termos na internet um conjunto imenso de possibilidades de interação com os alunos: vídeos, áudios, imagens, blogs, wikis, grupos de email, chats, videoconferência etc. 

“As inovações estão criando ou banalizando novas formas de contatos sociais, onde a presença física deixa de ser uma condição necessária.”

(Tamara Benakouche, 2000)

Uma das muitas vantagens da EAD, restringindo agora ao Brasil, está em atingirmos pessoas de todos os estados, desde a pessoa que está numa cidadezinha com 50mil habitantes até uma outra que está em um metrópole com mais de 2 milhões de habitantes. O único pré-requisito atualmente para participar da nova era da Educação à Distância é o acesso à internet. No entanto, segundo pesquisa divulgada pelo IBGE em 2007, apenas 21% da população dispõe de acesso à internet, o que nos leva a perceber que apesar do aumento de cursos em EAD, ainda há muito espaço para crescimento deste tipo de educação no Brasil.